Núcleo de Investigação e Pesquisa em Psicanálise e Medicina

Núcleo de Investigação e Pesquisa em Psicanálise e Medicina

O Núcleo de investigação e pesquisa em psicanálise e medicina se reuniu duas vezes em torno de uma apresentação de pacientes. Em 27 de março, a colega psicanalista Lilany Pacheco gentilmente aceitou o convite para entrevistar uma paciente trazida pela psicanalista Maria Bernadete de Carvalho. Já em 24 de abril, a apresentação foi debatida com a presença das duas psicanalistas e com a contribuição da médica e psicanalista Beatriz Espírito Santo Nery. Para essa discussão contamos com o trabalho da colega Valesca Lopes que transcreveu a apresentação de pacientes.

A apresentação de pacientes continua a ensinar sobre a clínica e seus impasses! No debate podemos discutir sobre os limites que encontramos na clínica da psicose, onde um sintoma, mais que representar um sinal de que algo não vai bem, dá testemunho de um real que insiste em se fazer presente. A discussão nos ajudou a apontar saídas possíveis para um sofrimento interminável, indicadas a partir do significante da transferência, que Lilany nos indicou como sendo “uma dona boa”.

No mês de maio teremos mais duas atividades: Em 15 de maio, teremos uma sessão clínico-psicanalítica sob responsabilidade de Cristiane de Freitas Cunha, da Medicina do Adolescente, com a participação da psicanalista Cristina Vidigal. Já em 29 de maio teremos a presença do psicanalista Jésus Santiago, AE da EBP, que dará um seminário intitulado “A imagem e os restos”.

Aguardamos todos vocês!

Guilherme Cunha